sábado, 8 de novembro de 2014

Qual tipo de rejunte é o mais indicado para cada ambiente?


"Essa matéria foi enviado pela equipe da Top Rejuntes , especialmente para o blog. A Top Rejuntes é especializada na renovação e aplicação de rejuntes epóxi, acrílico e comum."


Desde o tempo em que se preparava a “fórmula” de rejunte na obra, composto de cimento branco, alvaiade¹ e caulim não se discutia a respeito de qual seria o melhor produto e para qual ambiente. Afinal, durante décadas usou-se esta consagrada mistura, com algumas variações, que remontam a antiguidade.


No início dos anos 1980, os arquitetos começaram a explorar novas possibilidades para esse item, até então considerado esteticamente irrelevante, mas tecnicamente muito importante. Juntas largas, coloridas com Pó Xadrez ou corantes líquidos, faziam o contraste, para a época inusitado, entre as cerâmicas brancas com formatos pequenos ou médios e o rejunte colorido. Era moda.

A indústria percebeu essa nova tendência e começou a oferecer ao mercado o chamado rejunte comum flexível em várias cores. A partir daí, novos produtos foram sendo criados e outros aprimorados. Hoje, temos uma dezena de marcas com várias indicações e possibilidades, a saber: a) o rejunte acrílico; b) o rejunte epóxi; c) os rejuntes especiais para uso em ambientes química e ambientalmente agressivos, tais como piscinas e frigoríficos, etc.; d) os rejuntes comuns, as tintas e os aditivos.

Enfim, qual é o rejunte mais indicado para cada ambiente?
Devido a variação de preços muito significativa, entre R$5,00 e R$50,00, a escolha dependerá do seu orçamento. Outra questão, normalmente negligenciada em reformas rápidas, é o tempo de secagem para o rejunte escolhido, a saber: a) rejunte comum, 3 dias; b) rejunte acrílico, 7 dias; c) rejunte epóxi, 4 dias. Caso o tempo de secagem (variável de marca para marca) não seja respeitado, acredito que será necessário refazer todo o serviço. Respeite sempre as instruções e recomendações do fabricante.

Outro detalhe que também deverá ser considerado é a largura do rejunte, que por sua vez depende do tipo de cerâmica. Podendo variar desde 1mm até 15mm ou mais. Essa informação encontra-se na embalagem do piso ou revestimento, havendo casos de porcelanatos que podem ser assentados com junta seca, ou seja, sem rejunte, mas com argamassas impermeáveis.

Pelas informações, pode-se ver que vários são os parâmetros que devem ser obedecidos para obtermos uma solução perfeita e que atenda suas necessidades e condicionantes.

Mas, vamos dar uma solução híbrida que pretende estabelecer a melhor relação de custo e benefício para uso residencial:

1 – rejunte epóxi – insubstituível para o box do chuveiro, paredes do fogão, tanques e pias de cozinha. Usado para onde se exige o máximo de higiene e limpeza. É liso e não é um bom substrato para o desenvolvimento de fungos, algas e bactérias. Se não houver problemas no orçamento, use-o em todos os casos e em qualquer ambiente. Requer mão de obra treinada e mais cara ou o resultado pode ser desastroso. É 100% impermeável e resolve alguns casos de vazamentos no box.

2 – rejunte acrílico – boa opção, exceto para piscinas, tem desempenho superior ao rejunte comum e também pode ser usado em qualquer caso ou ambiente, mas vai acumular sujeira (menos que o comum) requerendo limpezas periódicas. É hidro fugante com baixa absorção de água. Vem pronto para uso.

3 – rejunte comum – é a opção clássica de baixíssimo custo e fácil aplicação. Vai acumular sujeira e fungos (manchas escuras) e vai requerer limpezas periódicas. Pode-se utilizar aditivos que melhoram o desempenho, mas que encarecem demasiadamente o custo final. É hidro fugante.

A decisão acertada importa em considerar todas as variáveis e optar por aquela que melhor atenda os quesitos técnicos, estéticos e econômicos.

Boa reflexão.

Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!



Rua Dr. Cesário Mota Junior, São Paulo



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 comentários :

  1. Oi Cris, ótimo post, ainda não cheguei nesta fase, mas vai me ajudar bastante. Aproveitando, vou pedir autorização pra citar um post seu no meu blog, estou na saga da escolha da iluminação e teve um post que você fez sobre as escolhas dos spots que me ajudou bastante, gostaria de contar no blog sobre as minhas pesquisas e escolhas, tudo bem pra você? Super bjo!!
    http://curtindonossonovocantinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Bruna, claro que pode, fico feliz que tenha te ajudado!
      Vou lá conferir o post no seu blog :)
      Beijos

      Excluir
  2. Huuum....

    Adorei as dicas CRis... sempre é bom ampliar os conhecimentos! Ainda não cheguei nessa fase.. mas ja estou me preparando rsrs

    Dá uma visitinha la no meu!
    http://comu-spaceteens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Eu comecei a pesquisar bem cedo sobre esses assuntos mais complicados, é bom não deixar para ultima hora, assim já fica preparada hehe :)

      Visito sim!

      Beijos

      Excluir
  3. Oi Cris...adoro seu blog,estou Nessa fase da construçao a procura do meu rejunte,rsrs quero ccolocar epóxi nos banheiros e cozinha,porém já ouvi por aí q ele seca rápido durante a aplicação, e pode ficar resíduo no piso e manchar,vc colocou qual em sua cozinha e banheiro?
    Bjs lindona!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Cris, se vc quer o rejunte branco fuja do epóxi, em pouquíssimo tempo vai ficar amarelo, mesmo sem usar, na minha cozinha coloquei em uma parte rejunte epóxi e agora estou batalhando para tirar, nem usei a cozinha, não sujei com nada e já está amarelo, ele tem uma reação que fica assim. A aplicação é super complicada, se não for profissional não consegue fazer bem feito, não recomendo de forma alguma aplicar.
      Outras cores do epóxi não tem problema de amarelar, mas a aplicação é complicada.
      Vou usar rejunte acrílico em todo apê, comprei um da quartzolit que vem em potes pronto para uso, não precisa misturar nada, e a aplicação é tranquila, eu mesma estou rejuntando.
      Beijos floor

      Excluir
  4. Não sabia que tinha essas opções...adorei o post viu,tudo muito bem explicadinho.
    Bjinhus ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Tami!! Que bom que gostou linda!
      Beijos

      Excluir
  5. Pedi pro maridão pedir um rejunte epoxi no apê Cris, mas marido nem quis entrar na questão com a construtora. Adorei as dicas ;)

    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ana! Não use epóxi branco de forma alguma, coloquei uma parte da cozinha, uma semana depois estava amarelo, e a pessoa que for aplicar tem que saber oque está fazendo se não não fica bom!
      Beijos

      Excluir
  6. Cris, quais tipos de rejunte colocou no seu apê? Conte para nós.. bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Vanessa, lá no apê coloquei tudo acrílico da quartzolit, ela vem em potes prontos para aplicar, muito bom! Vou fazer um post mais detalhado assim que terminado de aplicar.
      Beijos :)

      Excluir
  7. Tô pesquisando pra reforma aqui de casa, e o que tenho visto é que os pedreiros e assentadores de cerâmica têm uma certa resistência com o rejunte epóxi, por ser mais difícil de limpar (na aplicação) e por exigir uma boa técnica para ser aplicado.
    Como já foi dito aqui, tome cuidado com quem for aplicar o epóxi.

    Excelente blog Cris!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e por seu comentário!
Beijos *-*